quinta-feira, 25 de agosto de 2011

4ª Marcha em Defesa da Vida



  No dia 31 de agosto, Brasília sedia a 4ª Marcha Nacional da Cidadania pela Vida organizada pelo Movimento Brasil sem aborto. Mais uma vez a população é conclamada para sair às ruas em defesa da Vida – desde a fecundação até a morte natural.
  As mobilizações realizadas em cidades importantes do país que levaram milhares de cidadãos às ruas, incluindo as três marchas nacionais realizadas em Brasília, foram de fundamental importância na derrota do Projeto de Lei que propunha a legalização do aborto em nosso país.
  Agora o objetivo é a aprovação do Projeto de Lei que trata de estabelecer o “Estatuto da Criança por Nascer”, mais conhecido como “Estatuto do Nascituro”. O Brasil já tem leis aprovadas como o Estatuto da Criança e Adolescente, o Estatuto do Idoso e já existe proposta para aprovar um Estatuto da Juventude. Chegou a hora de o país ter o seu ESTATUTO DO NASCITURO cujo substitutivo ao Projeto de Lei nº 478/2007 já foi aprovado na Comissão de Seguridade Social e Família, mas precisa ser aprovado também por mais duas Comissões na Câmara dos Deputados.
  É preciso PRESSIONAR os parlamentares da Comissão de Finanças e Tributação, onde esse projeto de lei está no momento, para aprová-lo. Para tanto precisamos nos mobilizar exigindo dos representantes do povo que aprovem esta Lei tão importante para garantir os direitos do bebê em gestação, desde o primeiro instante de vida, ou seja, desde a concepção.
  Mobilize sua família e sua comunidade para, mais uma vez, participar desta mobilização popular em defesa da vida de nossas crianças por nascer.
  Participe da 4ª MARCHA NACIONAL DA CIDADANIA PELA VIDA, no dia 31 de Agosto de 2011, com concentração no gramado em frente ao Museu, na Esplanada dos Ministérios, ocasião em que pretendemos entregar ao Presidente da Câmara dos Deputados 50 mil assinaturas apoiando esta proposta de lei.


(http://diasimdiatambem.com/2011/08/05/4%C2%AA-marcha-nacional-da-cidadania-pela-vida/)

Nenhum comentário:

Postar um comentário